terça-feira, 28 de março de 2017

Quixadaense decapita morador de rua em SP e tenta vender cabeça da vítima em supermercado

Um homem matou um morador de rua e cortou a cabeça dele, anteontem de amanhã, na faixa de areia da praia de Boraceia, em Bertioga (103 km de SP). Depois, ele pegou a cabeça da vítima, colocou em um saco e foi até um supermercado. O acusado foi preso e confessou.

De acordo com a polícia, eram 6h30 quando Leonilson Rodrigues Sabino, 30 anos, brigou com o morador de rua José Vilela, 55 anos. Ele matou a vítima com uma faca e cortou a cabeça dela. A polícia afirma que eles não se conheciam e que não sabe o motivo da briga.

De acordo com a polícia, após cortar a cabeça da vítima, Sabino colocou-a em um saco de pano e caminhou com ela até a porta de um supermercado na divisa com São Sebastião (191 km de SP). Lá, ameaçou clientes e tentou atacar Antonio da Silva, 35 anos, que estava na fila para comprar pão. Sabino tentou lhe vender a cabeça, dizendo que era de um porco. O rapaz não chegou a ver o que havia dentro do saco. Após um bate boca, Sabino tentou atacá-lo. Durante a briga, o criminoso soltou a faca que levava, atingindo outra pessoa, que teve ferimentos leves no rosto, segundo a polícia. Testemunhas detiveram Sabino, que, aparentemente estava embriagado, e acionaram a Polícia Militar. Assim que a polícia chegou, a vítima contou que havia sido atacada e os PMs começaram a revistar Sabino. Foi quando os policiais viram a cabeça no saco. Os PMs fizeram um breve questionamento e levaram o homem à delegacia seccional de Bertioga. A polícia diz que Sabino estava com uma garrafa de cachaça quase vazia e que delirava quando foi preso, dando várias versões.

O acusado, já havia cometido outro crime em 2012, quando assassinou sua companheira identificada como Francisca Cleene Gomes da Silva, 26 anos, com 25 facadas, no distrito de Várzea da Onça, zona rural de Quixadá. Ele chegou a ser preso e internado em um manicômio, mas anos depois foi solto graças a um habeas corpus.

Com informações do Jornal Agora São Paulo


←  Anterior Proxima → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário