quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

Preso em Ipueiras homem acusado de matar e carbonizar os corpos da companheira e de três enteados



O assassino foi preso após quase três dias escondido na mata. Clóvis foi levado para Crateús
Após 72 horas de buscas na mata, a Polícia Civil  capturou em Ipueiras (a 298Km de Fortaleza) o homem acusado de ter praticado um quádruplo assassinato, ao matar a facadas e incendiar uma casa carbonizando os corpos de sua companheira e de três crianças que seriam suas enteadas. A tragédia familiar  aconteceu na manhã da última segunda-feira (4), na zona rural daquele Município. Desde então, as autoridades faziam diligências para localizar o criminoso.
Francisco Clóvis Camelo foi detido no começo da manhã desta quarta-feira (6), ainda na zona rural de Ipueiras, e está sendo conduzido pela Polícia Militar para a Delegacia Regional de Polícia Civil de Crateús, onde deverá ser autuado em flagrante por crime de homicídio qualificado.
Ele teria assassinado a facadas e, em seguida, incendiado a casa onde morava com as vítimas. Antes, teve o cuidado de tirar de lá seu único filho legítimo com a companheira. O casal vivia em crise por conta de ciúmes. A chacina ocorreu depois de mais um desentendimento.
Crianças
Francisco Clóvis matou a companheira, Antônia Conceição Rodrigues da Silva, 30 anos; e três filhos dela de outra relação: Francisco Erick Rodrigues de Sousa, 5 anos; Maria das Graças Rodrigues de Sousa, 8 anos; e Natália Rodrigues de Sousa, 11.
A chacina revoltou a população de Ipueiras, que passou a caça o criminoso com a intenção de linchá-lo. Ele, no entanto, desapareceu no matagal e passou três dias escondido, até ser descoberto no começo da manhã desta quarta-feira. 


Fonte. Fernando Ribeiro

←  Anterior Proxima → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário