Polícia Federal prende quatro homens com 78 quilos de drogas

Prisão ocorreu na tarde desta quinta-feira, 29, no Aeroporto de Fortaleza


Durante fiscalização de rotina no Aeroporto Internacional Pinto Martins, em Fortaleza, na tarde desta quinta-feira, 29, agentes da Polícia Federal (PF) prenderam quatro homens e apreenderam 78 quilos de drogas.

Segundo informações da PF, três homens de idades entre 27 e 37 anos, naturais de São Paulo e Pernambuco, desembarcaram de um voo vindo da capital paulista. Os homens foram presos pelos policiais com 71 quilos de cocaína e 6 quilos de maconha.

O receptador dos intorpecentes foi capturado em hotel da Capital. Os presos foram indiciados por tráfico interestadual de drogas e associação para o tráfico.

Após os procedimentos, os quatro acusados foram encaminhados ao sistema prisional onde aguardarão julgamento pelos crimes.
COMPARTILHAR:

Criança de 04 anos morre após ser arrastada por enchente em Porteiras

Uma menina de 04 anos morreu afogada na madrugada deste sábado (31), na zona rural de Porteiras-CE. O fato aconteceu por volta das 03h35min, na passagem molhada da estrada vicinal do Sítio Barro Vermelho que dá acesso ao Distrito Simão naquele município.
De acordo com o registro policial, o pai da garota Antônio Leite Tavares, 42 anos dirigia um veículo Fiat Strada, de cor vermelha, placas OID-6964, inscrição de Brejo Santo-CE, transportando sua esposa, Cícera Simone Nunes, 33 anos juntamente com o casal filhos, o adolescente Cicero Douglas Nunes Tavares, 17 anos e a criança Dávila Maria Nunes, 04 anos com destino a sua residência no sítio Simão, quando tentou atravessar a referida passagem molhada durante uma forte chuva, sendo que o veículo parou de funcionar em meio à enchente.


Ainda segundo o que diz o boletim da polícia, o motorista resolveu desembarcar, juntamente com a família ao tentar pegar a criança, não conseguiu chegar para segura-la, a qual foi levada pela enxurrada.
O corpo da pequena Dávila Maria, só foi localizada por populares por volta das 07h20min deste sábado, distante cerca de 3 (três) quilômetros de distância do local do ocorrido, e levado para o hospital da cidade de Porteiras-CE, onde a equipe médica de plantão confirmou om óbito, sendo posteriormente encaminhado ao Núcleo de Ciencias Forense Regional do Cariri para autópsia. O veículo que também foi arrastado pela água, e localizado há aproximadamente 20 metros do local.
Outra ocorrência:
MAURITI. O agente penitenciário José Ariosvaldo de Oliveira Braga, 63 anos que morava na Avenida Buriti Grande,204,  bairro Dantas, na cidade Mauriti, faleceu no dia de ontem em um dos leitos do hospital Santo Antonio de Barbalha, para onde havia sido socorrido após sofrer uma queda da própria altura.
O corpo dele foi encaminhado ao núcleo de ciências forense regional do cariri, em Juazeiro  do Norte para ser submetido a exame cadavérico e posteriormente entregue a família para providenciar o sepultamento.
COMPARTILHAR:

Acidente de trânsito entre um ônibus da Guanabara e uma motocicleta vitima fatalmente o único "Bola Cheia de Acopiara", quadro exibido pelo Fantástico, da Rede Globo em 2010



O plantão de Polícia registrou a poucos instantes no bairro Maria Ramos, saída de Acopiara para Iguatu um acidente de trânsito (colisão) entre um ônibus da Guanabara e uma motocicleta.


Segundo informações da polícia, o guiador da motocicleta identificado como Ricardo, o Bola Cheia do Fantástico da Rede Globo de Televisão morreu na hora.
Fonte. Acopiara Alerta
COMPARTILHAR:

TRIPLO HOMICÍDIO REGISTRADO AGORA EM PACAJÚS - RMF



Triplo homicídio registrado no bairro Banguê 1 a pouco tempo. Indivíduos chegaram na residência da ocorrência e se identificaram como policiais, porém eram meliantes e começaram a efetuar vários disparos de arma de fogo, na qual resultou em 3 mortos e 1 baleado. As 3 vítimas que vieram a óbito (2 são irmãos) são conhecidos como João Marcos, Bel e Bode.
Aguardando mais informações...
COMPARTILHAR:

Carro colide com poste, pega fogo e motorista de 18 anos morre carbonizado; 4 ficam feridos

De acordo com equipe de salvamento que estava no local do acidente, o motorista teve o corpo carbonizado do tórax para cima.

(Foto: Reprodução/ Flávio Pinto News)
 
Atualizada às  18h2min 
Subiu para dois o número de mortos no acidentes desta sexta-feira, 30, em Juazeiro do Norte. Wesley Victor de Santos Sousa, 16 anos, havia sofrido politraumatismo e teve diversas fraturas expostas. Ele passou por cirurgia, mas não resistiu aos ferimentos.  

Conforme o Hospital Regional do Cariri, mais um jovem de 19 anos segue internado na unidade de saúde, com fratura no fêmur. 

Outros dois jovens que estavam no veículo apresentavam escoriações, foram atendidos e liberados.  

O caso 
 
Motorista identificado como José Antônio Lucas, 18 anos, morreu após o carro que dirigia colidir fortemente com um poste de iluminação pública na manhã desta sexta-feira, 30 em Juazeiro do Norte, a 493,4 km de Fortaleza. A colisão aconteceu na avenida Paulo Maia, próxima à Avenida Padre Cícero. Outras quatro pessoas estavam no veículo sobreviveram e foram encaminhadas ao Hospital Regional do Cariri. 

De acordo com equipe de salvamento que estava no local do acidente, o motorista teve o corpo carbonizado do tórax para cima. Conforme a assessoria do Corpo de Bombeiros Militar do Ceará, um dos feridos foi retirado das ferragens com múltiplas fraturas. Os outros três ocupantes do carro estavam com escoriações leves e conseguiram ser retirados do veículo com a ajuda de populares antes do resgate chegar. 
 
A ocorrência foi por volta das 6h10min. Além da equipe de salvamento e controle de incêndio, a Enel Distribuição Ceará esteve no local para realizar o desligamento de energia do poste. O carro era um Fiat Uno verde de placa de Juazeiro do Norte.
COMPARTILHAR:

Somente 3,5% dos assassinatos cometidos em Fortaleza em 2017 foram julgados

Segundo o TJCE, dos 1.978 assassinatos registrados em Fortaleza em 2017, apenas 71 crimes foram julgados pelas 5 varas de júri.

Dos 1.978 crimes violentos letais e intencionais (CVLIs) registrados em 2017 em Fortaleza, apenas 71 CVLIs foram julgados nas 5 varas de júri da capital cearense, correspondendo a 3,5% dos casos, segundo dados do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará.
O número inclui 57 casos de homicídio doloso, 2 feminicídios e 12 latrocínios (roubo seguido de morte). Por outro lado, 308 processos registrados no ano passado de homicídio doloso, 8 de feminícidios, 3 de lesão corporal seguida de morte e 36 casos de latrocínio aguardam julgamento.
Para o advogado criminalista e professor de Direito da Universidade Federal do Ceará (UFC), Nestor Santiago, a baixa resolutividade dos crimes de CVLIs deve-se à falta de investimentos na Polícia Civil, que segundo ele mantém a mesma estrutura há pelo menos 20 anos.
As delegacias se tornaram depósitos de presos, obrigando os profissionais a exercerem a função irregular de agentes penitenciários, em vez de estarem investigando. A falta de pessoal, bem como de equipamentos, e o desvio da função contribuem na baixíssima taxa de resolutividade dos crimes”, aponta.
No último mês de fevereiro, a Secretaria da Justiça do Ceará (Sejus), por sua vez, assinou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para desativar todas as carceragens de delegacias no Estado. A secretária de Justiça, Socorro França, informou na época que novas vagas estavam sendo criadas em presídios no Estado para realizar as transferências dos presos em 6 meses.
Com uma Polícia Civil estruturada, Nestor afirma que as investigações dos crimes seriam mais eficientes e ajudariam o trabalho do judiciário durante os julgamentos dos processos. Além disso, exigiriam dos tribunais estruturas melhores para atender a demanda. “A medida que o número de casos forem investigados pela polícia, serão necessárias melhores condições por parte do judiciário para julgá-los”, explica.
A demora nas resoluções também deve-se aos prazos estabelecidos pelo Código de Processo Penal Brasileiro para o julgamento de um processo. Segundo Nestor, o processo de julgamento de um caso de homicídio doloso de baixa complexidade exige de 6 a 8 meses, no mínimo, para ser concluído. “Para ter uma apuração adequada é necessário respeitar esses prazos estabelecidos”, cita.
Apesar das deficiências e entraves presentes na Justiça, as cinco varas de júri da capital cearense julgaram 1.256 crimes de homicídios doloso no ano passado, segundo o TJCE. Entretanto, 95,4% desses processos correspondem a crimes cometidos em anos anteriores a 2017.
Para dar mais celeridade aos processos criminais, Nestor sugere a contratação de mais policiais civis com melhorias em seus salários, equipamentos de última geração e abolir o encarceramento de presos nas delegacias.
“Adotadas estas medidas, em médio prazo talvez seja necessária a criação de novas varas especializadas, já que a demanda reprimida aumentará”, explica. Entretanto, o advogado ressalta que as soluções não resolvem o problemas dos CVLIs, mas podem reduzir a sensação de impunidade da população.
Tribuna do Ceará solicitou à Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informações sobre os investimentos voltados para a estrutura de delegacias civis e equipamentos para a investigação, aumento de efetivo na Polícia Civil nos últimos 4 anos e por qual motivo as delegacias civis encarceram presos em suas unidades. Mas, até o momento, a solicitação não foi atendida.
Entretanto, após a ocorrência da chacina do Benfica, no início mês de março deste ano, o governador do Ceará, Camilo Santana (PT), anunciou que vai criar uma Unidade de Segurança Integrada (Uniseg) no campus do Pici da Universidade Federal do Ceará (UFC) no mês de maio. A informação foi divulgada ainda neste mês de março.
Já na manhã desta terça-feira (27), Camilo se reuniu com os comandantes das Áreas Integradas de Segurança (AIS) da capital. Segundo a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), ações foram discutidas para garantir a segurança e intimidar novos ataques como as deste fim de semana. Além disso, o Ceará receberá o primeiro Centro Integrado de Inteligência e Controle para o Combate ao Crime Organizado do Brasil.
Ações para dá celeridade aos julgamento
Em virtude do aumento dos processos criminais nas cinco varas de júri de Fortaleza, o Tribunal de Justiça do Estado informou que tem implementado projetos para dar mais celeridade aos julgamentos. Um deles é o programa Tempo de Justiça, instalado em 2016.
Segundo o órgão, foi designado um juiz auxiliar para cada vara de júri, passando a contar dois juízes  em cada unidade. Além disso, as varas também dispõem de dois defensores públicos e dois promotores de justiça em cada uma das varas da capital.
Aliado a isso, foi desenvolvido um sistema de informação para monitorar o andamento dos processos criminais e estabelecer metas mensais a fim de buscar soluções para possíveis entraves analisados durante o trâmite. A medida foi iniciada no dia 1º de janeiro de 2017.
Segundo o TJ, estas ações resultaram em um aumento de 60% da celeridade dos processos criminais que tramitam nas varas de júri a partir da análise realizada desde a data do crime até o julgamento. Das 14 ações penais finalizadas dentro desses programas, o tempo do processo criminal apresentou uma média de 8 meses, período normal para o julgamentos dos casos, como afirmou o advogado criminalista Nestor. Antes, os processos criminais demoraram uma média de 20 meses para serem concluídos.
COMPARTILHAR:

Bandidos roubam câmeras da Polícia instaladas para combater o crime em Fortaleza

Dez câmeras e o equipamento que gera as imagens foram roubados ou destruídos, no bairro Jangurussu, um dos mais violentos de Fortaleza.



Câmeras de segurança são os novos alvos dos bandidos, em Fortaleza. No bairro Jangurussu, dez foram roubadas ou danificadas no domingo (25) e na segunda-feira (26). Os equipamentos fazem parte da torre de observação da Guarda Municipal, da Célula de Proteção Comunitária.
Moradores do local aprovam o monitoramento, mas funcionários da unidade reclamam da falta de estrutura para o trabalho. As informações são do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT.
Nas avenidas Pompílio Gomes continuação com avenida Castelo de Castro, uma caixa do aparelho de vigilância apresenta perfurações semelhantes a de tiros.
Moradores relatam que, após a chegada da Célula de Proteção Comunitária, a segurança melhorou. O projeto faz parte do Plano Municipal de Proteção Urbana. No local, que funciona 24 horas, trabalham dois guardas municipais e um policial militar. Além deles, outros 42 guardas municipais e 20 PMs que ficam distribuídos entre 180 quarteirões.
Os dois ataques ocorreram próximo ao local da célula. Foram roubadas cinco câmeras no domingo e outras cinco foram alvejadas na segunda. A caixa principal de captação também foi atingida. Assim, grande parte do sistema de videomonitoramento foi danificado, já que o equipamento gerava sinal para outras câmeras. A torre ficou sem observação.
“Líderes comunitários estão sendo procurados por essas pessoas e fazendo com que a população não deixe fazer manutenção nessa instalação, para não ser rechaçado por esses criminosos. Ou seja, a prefeitura colocou equipamento muito caro e não tem como fazer manutenção porque não tem segurança. O guarda não pode dar suporte porque está desarmado e a PM assoberbada. O equipamento está lá sozinho, a mercê do ataque de qualquer pessoa”, conta Ailton Honorato, guarda municipal e diretor Sindifort.
Reforço na segurança
Na Operação Semana Santa, o Ceará terá reforço de 1.680 profissionais de segurança na atuação diária. Policiais militares, civis, bombeiros e peritos forenses foram destacados para todo o Estado. Os profissionais que estariam de folga vão receber hora extra.
Além disso, as delegacias terão esquema de plantão diferenciado, em especial cidades do interior sem diminuição dos efetivos nas ruas. A operação do feriado já possui gabinete estratégico montado e começa nas ruas às 18 horas e quinta-feira (29) e vai até as 6 horas de segunda-feira (2).
Ele também destacou as ocupações espaços estratégicos, o acompanhamento de corredores de ônibus e reforço nos batalhões da Polícia de Choque, Raio e dos helicópteros da Ciopaer. O encontro ocorreu na SSPDS.
COMPARTILHAR:

O primeiro trimestre de 2018 vai terminar no Ceará tão violento como foi o ano de 2017



Nas estatísticas criminais está o retrato de como anda a insegurança no estado. Entre os dias 1º de janeiro e 29 de março, nada menos que 1.304 assassinatos foram registrados na Capital, Região Metropolitana e no Interior. Fortaleza é a área que concentra a maior taxa dos Crimes Violentos, Letais e Intencionais (CVLIs). Neste intervalo, foram, nada menos, que 417 homicídios, apesar de uma queda que vem ocorrendo diante da migração do crime para o interior. Os números preocupam o setor da Segurança Pública e já replicam no cenário político, já que estamos em ano de eleição. A questão da violência, sem dúvidas, será o carro-chefe da campanha. De um lado, o governo anunciando o recorde nos investimentos do setor. Do outro, a oposição mostrando o crescimento da criminalidade. Os embates serão intensos.

FONTE. FERNANDO RIBEIRO
COMPARTILHAR:

Tenente da reserva é baleado em parada de ônibus em tentativa de assalto

Um policial militar (PM) da reserva remunerada foi baleado nesta quarta-feira, 28, no bairro Ancuri, em Fortaleza. O tenente foi vítima de uma tentativa de latrocínio (assalto seguido de morte) quando estava em uma parada de ônibus. 

Por meio de nota, a Polícia Militar do Estado do Ceará informou que a vítima estava na parada por volta das 16 horas e foi surpreendido por dois homens em uma motocicleta.
De acordo com a nota, o policial reagiu e trocou tiros com os criminosos. Ele acabou atinigido no pé. O militar foi atendido em uma unidade de saúde e não há risco de morte. Os assaltantes conseguiram fugir.

COMPARTILHAR:

Integrantes de facção presos antes de executar rival

Um adolescente de 17 anos e um homem de 25 foram interceptados e capturados em um táxi no Centro de Fortaleza, por volta das 13 horas desta quarta-feira, 28. Segundo a Polícia, a dupla faz parte da facção criminosa Comando Vermelho (CV) e estava a caminho da casa de um integrante da Guardiões do Estado (GDE). No interior do veículo foram encontrados dois revólveres calibre 38 - um deles com numeração raspada.
Armas apreendidas (Foto: Divulgação/PM-CE)
Sob coordenação do tenente-coronel Alves e do major Franco, policiais militares de Maranguape faziam patrulhamento na avenida Senador Almir Pinto, no momento em que abordaram o táxi. Segundo Alves, caso a dupla tivesse chegado à comunidade Cidade de Deus, em Maranguape, onde mora o rival, o objetivo seria matá-lo. 
Fonte: jp. CARLOS HOLANDA | JÉSSIKA SISNANDO

COMPARTILHAR:

Senador Eunício Oliveira diz que o estado vai reagir com energia os ataques do crime organizado

Eunício quarta
Eunício OLiveira (MDB), presidente do Senado federal, diz que usará de todas as energias para combater o tráfico de drogas e o crime organizado
“O Estado do Ceará está fazendo o seu dever de casa, está reagindo e nada vai nos amedrontar”. A declaração foi feita, nesta quarta-feira (28), pelo presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB), ao se referir aos últimos episódios de violência praticados nas ruas de Fortaleza por uma facção criminosa, em reação ao anúncio da instalação de bloqueadores de sinal de celular nos presídios. O senador cearense fez tal declaração ao lado do governador do estado, Camilo Santana (PT).
“Nós não vamos permitir que essa violência aconteça mais no nosso estado. Isso (os ataques) não vai nos amedrontar. Certamente é uma reação às ações que o estado está tomando. Os bloqueadores serão instalados em todo o Brasil, não será apenas no Ceará. Portanto, o Ceará está fazendo a sua parte. O seu dever”, repetiu.
Alinhado com o discurso de Camilo Santana, o presidente do Senado federal ressaltou que o Ceasrá foi o estado que mais investiu nos últimos anos em Segurança Pública, com o aumento do efetivo policial para o combate e prevenção à violência.
Energias
“Não foi, lamentavelmente, apenas o Ceará que sofreu com esses atentados. Essa é uma reação às ações que estamos fazendo para combater o tráfico de drogas e combater o crime organizado. Fizemos a nossa parte do Senado, votamos todos os projetos do setor, inclusive o dos bloqueadores nos presídios”, ressalta.
Eunício Oliveira também citou as responsabilidades dos entes federativos na questão da grave crise enfrentada pelo setor da Segurança Pública no país. “Acho que o governo federal, o Congresso Nacional, os governos estaduais, as prefeituras, enfim, todos nós, temos a obrigação e o dever para com o cidadão. Não vamos medir esforços para que nenhum estado, que fez o seu dever de casa, sofra com essa violência. Usaremos toda a nossa energia para combater o tráfico de drogas e o crime organizado”, advertiu.
COMPARTILHAR:

Polícia prende chefona do tráfico que comanda facção e ordenava mortes em dois bairros da Capital

Joyce traficante
Joyce comandava o tráfico no Pici e Planalto Pici, e ordenava mortes na área, segundo a PM
Uma mulher, apontada como líder de uma facção e suspeita de ter ordenado vários assassinatos na periferia de Fortaleza foi, finalmente, presa na noite desta terça-feira após uma caçada que se já se arrastava a meses. A prisão da chefona do tráfico de drogas em vários bairros da zona Oeste da Capital foi até comemorada pela Polícia.
Joyce Costa Barros, 34 anos, finalmente foi localizada pela Polícia Militar durante um cerco de patrulhas do 18º BPM nos bairros Pici e Planalto Pici, na noite de ontem. Uma denúncia levou os militares a uma residência localizada na Rua José Antônio, onde a traficante se encontrava em companhia de um jovem identificado como Felipe Vieira Rodrigues 22 anos.
Com os dois suspeitos, a Polícia apreendeu drogas e material para embalagem, além de dinheiro oriundo da contabilidade do intenso tráfico que era comandado por Joyce desde que seu marido, o chefe dos pontos de vendas de drogas nos dois bairros, foi preso e transferido para um presídio.
Mandava matar
O casal detido pela PM foi encaminhado ao plantão do 10º DP (Antônio Bezerra) e autuado em flagrante por crime de tráfico de drogas. Como já tinha contra si mandados de prisão preventiva – por envolvimento em várias mortes – Joyce foi transferida, ainda na noite passada, para a carceragem feminina da Delegacia de Capturas e Polinter (Decap).
Conforme as investigações, por ser a “representante” da facção criminosa na área, a mulher tinha o poder de mandar seus comparsas fazer as cobranças da venda e consumo de drogas que eram vendidas por sua quadrilha na região, e quem não pagava era morto.
“Temos as informações de que ela mandou matar muitas pessoas. Trata-se de uma traficante de altíssima periculosidade e que era temida aqui”, disse um policial que participou da prisão de Joyce. Ainda segundo o agente, a mulher mudava constantemente de endereço já que era também caçada pelos inimigos da facção rival.
A prisão da mulher deve ser comunicada ainda nesta quarta-feira à Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) que investiga parte dos assassinatos ocorridos na região da Capital onde Joyce era a chefona do tráfico.
COMPARTILHAR:

Desembargador manda soltar escrivão da Polícia Civil acusado de ser membro de uma organização criminosa ligada ao PCC

Gaeco 2
A operação do MP ocorreu no ano passado e cumpriu vários mandados de prisão contra advogados, policiais militares, além de um escrivão e um delegado da Polícia Civil, acusados de formar uma orgaização criminosa
O Tribunal de Justiça do Estado do Ceará (TJCE) determinou, nesta quarta-feira (28), a soltura de um policial civil cearense que estava preso sob suspeita de integrar a facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC). Trata-se de um escrivão que havia sido preso preventivamente em uma operação realizada, no ano passado, pelo Ministério Público Estadual (MPE), através do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco). Na época, o MP informou ter desarticulado uma organização criminosa formada por policiais, advogados e um delegado, apontados como envolvidos em tráfico de drogas e assassinatos.
A decisão de revogar a prisão do escrivão de Polícia Civil, Átila Washington Medeiros de Abreu, foi tomada em julgamento pelo desembargador Francisco Lincoln Araújo e Silva, relator de um pedido de habeas corpus impetrado pelos advogados Francisco Valdemízio Acioly Guedes e Miguel Alexandrino da Silva Neto. A defesa havia ingressado com o pedido de trancamento da Ação Penal e a conseqüente revogação da prisão ou a sua substituição por medidas cautelares, como detenção domiciliar ou uso de tornozeleira eletrônica.
Em sua decisão, o desembargador relator negou o pedido de trancamento do processo, mantendo a denúncia formulada pelo MP, mas optou pela libertação do escrivão, informando que não havia fundamentação legal para a medida.
O policial estava preso desde o dia 14 de dezembro do ano passado, data em que o Gaeco desencadeou uma megaoperação em conjunto com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) para desarticular uma quadrilha formada por 14 pessoas que estaria traficando drogas no Município de Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). As prisões foram decretadas pelo juiz da 2ª Vara Criminal daquela Comarca. Advogados, policiais e um delegado da Polícia Civil foram os “alvos” da investigação e todos estão sendo processados por crimes graves como organização criminosa, tráfico de drogas e associação para o tráfico.
Ligação
A investigação do MPE revelou, através da quebra do sigilo telefônico dos investigados, que o escrivão Átila, então lotado no 8º DP (José Walter), havia recebido uma ligação telefônica de um traficante de drogas ligado à facção PCC. O bandido, identificado como Miguel Sales da Silva, o “Miguel Oião”, pedia ao telefone que o escrivão passasse a lhe fornecer informações privilegiadas sobre o andamento de um inquérito policial que investigava a morte de Francisco Eudes Calixto, o “Zé Abreu”, supostamente assassinado por ordem do PCC.
Foi a partir desse diálogo gravado, que os promotores decidiram denunciar o escrivão como integrante da organização criminosa que traficava drogas e ordenava mortes. A defesa de Átila contestou a acusação. Em depoimento, o escrivão alegou que era amigo de infância de “Miguel Oião”, que chegou a namorar uma irmã deste, e que nenhuma informação privilegiada foi repassada ao traficante já que a investigação sobre o assassinato estava à cargo da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e não no 8º DP, onde ele trabalhava.
Outros denunciados pelo Ministério Público na mesma investigação permanecem presos preventivamente e outros continuam foragidos.

FONTE. Fernando Ribeiro
COMPARTILHAR:

Briga de facções motivou Chacina do Benfica

| VINGANÇA | Único preso até agora, Douglas Matias da Silva descartou, em depoimento à Polícia Civil, que o massacre do último dia 9 de março tenha sido resultado de uma rixa entre torcidas organizadas.

IMPRESSÕES digitais confirmam que Douglas estava no carro usado na chacina REPRODUÇÃO / PERÍCIA FORENSE DO CEARÁ
                                              

No mesmo testemunho em que confessou participação em quatro das sete mortes da chacina, Douglas confirmou que os ataques ocorreram por vingança e no contexto da disputa entre facções criminosas por territórios na Capital. “[Afirmou] que o presente crime não teve relação com rixa de torcidas e sim com brigas de facções”, diz trecho do depoimento.
Segundo o acusado, que admite ter relação com a facção Guardiões do Estado (GDE), ele e outros dois comparsas foram à sede da Torcida Uniformizada do Fortaleza (TUF) após receberem a informação que um rival, membro do Comando Vermelho (CV), estava no local. 
Ainda de acordo com Douglas, o inimigo já havia o ameaçado de morte e teria envolvimento nas mortes de Renato Timbaúba Farias, Clóvis Tiago e Jorge Luís Rodrigues, todos assassinados nas proximidades da Praça da Gentilândia. Uma vez na sede da TUF, o grupo não localizou o suposto rival, mas procedeu a atirar contra outras pessoas na área que seriam ligadas, segundo eles, ao CV. “[Douglas afirma] que primeiramente passaram em frente à TUF e visualizaram várias pessoas, tendo-as reconhecido como inimigos por pertencerem ao CV”, diz o depoimento. “Deram volta no quarteirão e voltaram novamente para a frente da TUF, ocasião em que os dois homens que estavam com ele desceram e saíram atirando contra indivíduos como pertencentes ao CV”, relata. O testemunho foi incluído em parecer do Ministério Público do Estado (MP-CE) ao qual O POVO teve acesso. No documento, o MP pede ainda o desmembramento de processos envolvendo os acusados, bem como maior andamento de diligências do inquérito policial. 
Versão do acusado confirma a nova linha de investigação, divulgada ontem em coletiva da Perícia Forense do Estado do Ceará, junto com a Polícia Civil. Na época do massacre, o secretário de Segurança do Ceará, delegado André Costa, afirmou que a pasta não descartava a tese de que os homicídios registrados no Benfica tivessem relação direta com disputas entre torcidas organizadas. Afastando a hipótese de disputa entre facções criminosas. 
Um dia após a chacina, o Ministério Público do Estado (MP-CE) emitiu nota cobrando a “imediata extinção das atividades” de torcidas como a TUF e a Associação Torcida Organizada Cearamor. No documento, o órgão também ressaltou que, supostamente, a maioria das vítimas do massacre eram ligadas à torcidas organizadas.
Preso dia 10 em um apartamento no Meireles, Douglas Matias da Silva teve prisão preventiva decretada na semana passada. Segundo a Polícia Civil, ele teria participado, ao lado de Stefferson Mateus Rodrigues e Francisco Elisson Chaves, dos ataques realizados em Fiat Punto da cor branca na sede da TUF, com quatro mortes. 
A Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) ainda não divulgou suspeitos que estariam no Honda Civic, outro veículo que teria sido utilizado nos ataques. Segundo apuração inicial do caso, teria sido este segundo carro o que realizou os homicídios executados na Praça da Gentilândia, com três mortos e dois feridos em estado grave.
FONTE. JP
COMPARTILHAR:

Após ataques, Governo reforça policiamento para Semana Santa

| SEGURANÇA PÚBLICA | As informações foram dadas em inauguração de sede do batalhão de choque e sistema de videomonitoramento em Aquiraz.


Na tentativa de dar respostas aos ataques contra prédios e transportes públicos que vêm ocorrendo desde o último fim de semana em Fortaleza e no Interior, o governador Camilo Santana (PT) afirmou em coletiva de imprensa que irá reforçar o policiamento no Estado. O plano é aumentar contingente em corredores de ônibus e durante o feriado da Semana Santa contar com o reforço de 1680 policias, sem a redução do efetivo habitual. Para isso, será garantido o pagamento de horas extras aos profissionais de folga.

As estratégias foram definidas durante encontro que o governador teve na manhã de ontem com a cúpula da Segurança Pública Estadual. “O resultado é reforçar a presença da polícia, liberei mais recursos para que fossem contratados policias em horas extras, fora do horário de serviço”, disse. Ainda conforme Camilo, foram realizadas reuniões com a Prefeitura de Fortaleza e o trabalho pactuado de segurança.  
“Houve também uma tratativa da Operação da Semana Santa que além do efetivo normal, vamos reforçar com quase 1700 policiais. Nossa determinação é, com pulso forte e todo rigor, colocar toda a esquipe da segurança pública para garantir a tranquilidade da população”, afirmou o governador.
O reforço no feriado será de 1.680 profissionais de segurança para Capital e Interior. Serão policiais militares, civis, bombeiros e peritos forenses destacados. Delegacias terão esquema de plantão diferenciado. A atuação nas ruas começa às 18 horas de quinta-feira, 29, e segue até 6 horas de segunda-feira, 2.
Questionado sobre a implementação dos bloqueadores nos presídios do Ceará - um dos possíveis motivos para os ataques - Camilo não deu respostas. “Todas essas questões fazem parte da segurança interna”, disse.  
André Costa, titular da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social, também não deu detalhes. “Tem a decisão judicial que o governador já disse que vai ser cumprida. São ações que precisam ser feitas de forma simultânea, não apenas o bloqueador, para dar melhor resposta para o sistema prisional”, disse.
 TENTATIVA DE ATAQUE 
Ontem, dois homens tentaram incendiar um ônibus no bairro Genibaú. Os passageiros impediram a ação. A dupla estava em uma moto e fugiu, quando percebeu a revolta da população
COMPARTILHAR:

Polícia registra furto e achado de cadáver em Solonópole


Nesta terça-feira dia 27/03/2018 por volta das 08h15min o destacamento de Solonópole foi informado através de uma ligação via 190, que havia ocorrido um furto no depósito de gás Butano, no bairro Alto Vistoso. A composição da viatura 9022 compareceu ao local e constatou o fato, colhendo mais informações.
O funcionário do depósito, L. O. F. D., notou que havia sido subtraído do interior do estabelecimento 03 aparelhos celulares, sendo eles 02 da marca LG e 01 da marca Samsung, também foi levado a quantia ds R$ 100,00. O funcionário foi orientado a comparecer na Delegacia Municipal de Solonópole, para registrar um Boletim de Ocorrência.
Ainda nesta terça-feira, por volta das 16h40min a polícia foi informada via 190 que havia sido encontrado um cadáver na Fazenda Três Irmãos, localizada no Sítio Bispado. Prontamente a composição da viatura 9022 juntamente com a Guarda Municipal se deslocaram ao local e constataram que a vítima se tratava de L. E. V. S.
A vítima se encontrava embaixo de uma árvore em estado avançado de decomposição. A Perícia Forense foi acionada para realizar a perícia no local.
COMPARTILHAR:

Violência sem controle no Ceará deixa 1.301 mortos em menos de três meses, com quatro chacinas

Forró do gago 4
Chacina no "Forró do Gago", no bairro Cajazeiras, deixou 14 mortos no dia 27 de janeiro
Maranguape - chacina
Chacina na Serra Pelada, em Maranguape, deixou quatro mortos no dia 8 de janeiro
Chacina em Itapajé 3
Chacina na Cadeia Pública de Itapajé, com 10 detentos mortos, no dia 29 de janeiro
Benfica - Chacina
Chacina no bairro Benfica, deixou sete pessoas mortas, na noite de 9 de março
Faltando ainda três dias para o fim do mês de março, e o ano de 2018 completar o seu primeiro trimestre, o Ceará ultrapassou, nesta quarta-feira (27), a marca dos 1.300 assassinatos. Foram exatos 1.301 Crimes Violentos, Letais e Intencionais (CVLIs), contabilizados desde o dia 1º de janeiro. A Capital cearense foi a área com maior registro de homicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte neste período: nada menos, que 417 pessoas foram assassinadas.
Já a Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), composta por 14 Municípios (Aquiraz, Cascavel, Caucaia, Chorozinho, Eusébio, Guaiúba, Horizonte, Itaitinga, Maracanaú, Maranguape, Pacajus, Pacatuba, Pindoretama e São Gonçalo do Amarante) foi a área com a segunda maior taxa de CVLIs no período, com 372 assassinatos.
Em seguida, aparece em terceiro lugar, como área mais violenta do estado, o Interior Norte, com 263 homicídios. Já o Interior Sul registrou 249 CVLIs.
Fatores
A “guerra” travada entre duas facções criminosas tem sido um dos principais fatores dos altos índices de mortes violentas no Ceará desde o ano passado. Em Fortaleza, as facções Comando Vermelho (CV) e Guardiões do Estado (GDE), lutam por território para a venda de drogas e outros delitos.
Os assassinatos são diários em vários bairros da cidade, alguns deles já bastante conhecidos das autoridades da Segurança Pública por conta dos constantes confrontos armados entre os dois grupos, como a Barra do Ceará, Barroso 2, Bom Jardim, Vila Velha e Jangurussu.
Outro fator importante nesta estatística é o número cada vez maior de mulheres assassinadas no Ceará. Somente neste período, foram 141.
Chacinas
Também neste primeiro trimestre de 2018, o Ceará registrou, ao menos, quatro casos de chacinas. A primeira delas, na noite de 8 de janeiro, na localidade Serra pelada, zona rural do Município de Maranguape, na RMF, que deixou quatro mortos. A segunda, na madrugada do dia 27 de janeiro, a matança na casa de shows “Fooró do gago”, na comunidade Barreirão, bairro Cajazeiras, em Fortaleza. Foram 14 pessoas assassinadas.
Dois dias depois da matança nas Cajazeiras, ocorreu a terceira chacina de 2018 no Ceará. Durante uma briga entre presos da Cadeia Pública da cidade de Itapajé (a 124Km de Fortaleza), 10 detentos foram assassinados a golpes de “cossocos”, facas, punhais e outros instrumentos.
Já na noite de 9 de março, sete pessoas foram assassinadas no bairro Benfica, em Fortaleza, por conta de uma rivalidade de facções criminosas. A matança começou na Praça da Gentilândia e se estendeu pelas ruas próximas, atingindo também a sede de uma torcida organizada de futebol.

Fonte. Fernando Ribeiro
COMPARTILHAR:

Morte de pistoleiro durante emboscada deixa duas cidades do Vale do Jaguaribe em estado de pânico

Gago 4
Luan Torquato, o "Gago": morto numa emboscada no Assentamento Mandacaru II, na zona rural de Jaguaribara na tarde desta segunda-feira
Gago 7
Pistoleiro foi atingido por vários tiros de pistola no rosto e no tórax, morrendo no local
Gago 8
A família é composta por bandidos já conhecidos da Polícia e temidos no Vale do Jaguaribe
As cidades de Jaguaribara e Jaguaretama, ambas localizadas no Vale do Jaguaribe, estão em clima de tensão após o assassinato de um pistoleiro que era temido naquela região. O medo de uma represália, envolvendo membros da família do matador, formada por criminosos envolvidos em crimes de aluguel, é real e os moradores estão assustados. A Polícia não reforçou a segurança na área, o que aumenta o clima de preocupação nos dois Municípios.
O assassinato do pistoleiro ocorreu por volta de 13 horas desta segunda-feira (26) no Assentamento Mandacaru II, na zona rural do Município de Jaguaribara (a 283Km de Fortaleza), onde Luan Torquato Rocha, 19 anos, conhecido por “Gago”, caiu numa emboscada e foi executado com vários tiros de pistola na cabeça e no tórax. Os autores do crime fugiram sem que fossem identificados.
Informações colhidas pela Polícia revelam que os assassinos do pistoleiro fugiram do local em um veículo ainda não identificado. Moradores da área ouviram os estampidos e acionaram a Polícia Militar. O corpo foi encontrado logo em seguida e, horas depois, removido para o Núcleo da Perícia Forense (Pefoce) de Quixeramobim (a 201Km da Capital).
Família de matadores
Luan Torquato, o “Gago”, era membro de uma família composta por quatro irmãos, todos envolvidos em crime no Vale do Jaguaribe. O mais conhecido deles é o Genilson Torquato, criminoso reponsável por mais de 30 assassinatos nas cidades de Jaguaretama e Solonópole, e que foi parceiro do também matador de aluguel Lucivando Saraiva Diógenes, o “Gordo do Senhorzinho Diógenes”.
A dupla foi a responsável por dezenas de assassinatos na região, até que na madrugada do dia 18 de junho de junho de 2008, a caçada policial a “Gordo”, que se arrastava há meses, terminou com um confronto policial em que o bandido terminou morto. O tiroteio ocorreu nas matas da Fazenda desterro, na localidade de Caiçara, no limite entre os Municípios de Jaguaretama e Jaguaribara.
Genilson conseguiu furar o cerco policial após o comparsa tombar morto com um tiro de fuzil no peito. Porém, acabou preso semanas depois no Município de Mombaça. Trazido para Fortaleza, sob forte escolta policial, foi encaminhado à sede da Procuradoria Geral de Justiça onde onfessou ao Ministério Público ser o autor de, pelo menos, 11 assassinatos junto com “Gordo”.
Além de Genilson, que permanece preso, Luan Torquato, o “Gago” era irmão dos pistoleiros Júnior Torquato, conhecido por “Barrão”, e “Júnior Vaqueiro” (irmão adotivo). Ambos também estão atrás das grades. A Polícia suspeita que “Gago” tenha sido morto em um ‘acerto de contas’ da quadrilha.
COMPARTILHAR:

Gerente de Posto de Combustíveis durante assalto em São Luís do Curu


Na noite dessa segunda-feira(26) , por volta das 21h30 durante um assalto , o gerente de um posto de combustíveis de São Luís do Curu foi morto .
Segundo informações, dois indivíduos em uma motocicleta e capacete vermelhos anunciaram o assalto e o gerente reagiu sendo morto pelos criminosos .
Um carro modelo palio de cor vermelha estava dando apoio aos indivíduos . Ele fugiram para região do Cágado, em São Gonçalo do Amarante.
Reportagem feita por Pedro Aguiar
COMPARTILHAR:

CEARÁ PACIFICO???: DOIS HOMICÍDIOS REGISTRADOS E MENOS DE UMA HORA EM FORTALEZA

Dois homicídios a bala fora registrado na noite desta segunda por volta das 20hrs30 feira 26/03, em menos de uma hora, os fatos foram registrado no bairro Planalto Aírton Senna e Itapery, mais precisamente na Areninha a vitima ainda sem identificação a policia esta no local aguardado a pericia e DHPP.

Ja outro crime de morte foi registrado pela policia por volta das 21hrs10, o fato aconteceu  na rua. Tenente Botelho, bairro Itapery. Segundo informações que chegou ate a nossa redação que a vitima foi executada quando caminhava pela rua o mesmo teria sido abordado por dois homens que estavam em uma moto o garupeiro saco a arma e fez vários disparos a vitima não resisti a gravidade dos ferimentos e veio a óbito no local.

Estamos aguardado mais informações.
COMPARTILHAR:

Cid garante que está tudo bem no Ceará e pedido de intervenção é “papo furado”



o ex-governador Cid Gomes (PDT) não nega que é um FG puro sangue: adora uma polêmica e um bate-boca gratuito. Num grupo de Whatsapp sobre política no Ceará, ao pedirem intervenção federal no Estado, devido ao caos na Segurança Pública, Cid disse que tal anseio era “papo furado”.
O pedetista ainda tentou desmoralizar a interlocutora dizendo que essa chiadeira toda só acontecia por parte de quem perdeu a boquinha na Assembleia Legislativa, Tribunal de Contas dos Municípios e na Prefeitura Municipal de Tauá.
No decorrer da conversa, Cid parte para o ataque quando informado que seu grupo político irá perder o Governo nas Eleições 2018. “Está se olhando no espelho?!?”, ironizou o ex-governador.
Em tempo
Ao ser questionado se seu irmão, o presidenciável Ciro Gomes (PDT), iria usar o mesmo plano de Segurança Pública do Ceará em todo país, o FG ficou calado. Só voltou a falar quando foi informado que a oligarquia comandada por sua família está perto do fim. “Que oligarquia, minha filha? Não tenho nenhum poder!!!”.
Humor tipo FG
Na discussão, Cid ainda teve de ler que “por falta de humildade” Ciro nunca será presidente. Ele não deixou barato e rebateu. “Isto é o seu desejo ou foi alguma cartomante q falou?”.
A resposta do ex-governador agradou o presidente da Câmara de Fortaleza, Salmito Filho (PDT), que também faz parte do grupo de Whatsapp. Ele deu uma boa gargalhada.
Confira a discussão

 
 

 

 


COMPARTILHAR:
← Anterior Proxima  → Página inicial

HORA CERTA

FLOR DA MATA

FLOR DA MATA
Flor da mata🌿 ModaFeminina👗👚 Sempre Feshion Flor da mata tem para você Mulher que gosta de se sentir livre e atraente o melhor da moda feminina. Não fique de fora das tendências da moda venha ser Linda venha ser Flor da mata. Confira os nossos Looks e fiquei atualizada das nossas novidades seja nosso seguidor no Facebook e no Estagram. Atendemos através do nosso departamento de vendas. No varejo ou no atacado pronta entrega para qualquer lugar do Brasil. 🇧🇷 📞Telefones: 85.99667-4278 ou 85.98543-0115 Rua São José n84. Loja 168 Shop Chão. Centro Feirão do buraco da Gia🐸 Fortaleza Ceará.

"SALES ARMEIRO"

"SALES ARMEIRO"
O PORTAL DE NOTÍCIAS 190CE TEM O APOIO DE “SALES ARMEIRO”.💥🔫 O melhor Curso de armeiro profissionalizante do Brasil, e aqui em Fortaleza, 1e 2 escalão.* INDICADO PARA PROFICIONAIS DA ÁREA DA SEGURANÇA PUBLICA E PRIVADA, RESEVA DE ARMAMENTO, CAÇADORES, ATIRADORES DESPORTIVO E COLECIONADORES. VAGAS LIMITADAS GARANTA JÁ A SUA. Rua Prof. Joaquim Nogueira N 65ª Bairro Antônio Bezerra. Próximo ao 10 Distrito Policial. Telefones. 085-98778.0668. 085-99632.2369. SW. MARKETIG E PROPAGANDAS DIGITAIS. 📞85-98577.6615

"INSTITUTO FEDERAL DE ENSINOU E INVESTIGAÇÃO''

"INSTITUTO FEDERAL DE ENSINOU E INVESTIGAÇÃO''
O PORTAL DE NOTÍCIAS 190CE TEM O APOIO DO "INSTITUTO FEDERAL DE ENSINO E INVESTIGAÇÃO'' O Instituto Federal de Ensino e Investigação, esta com vagas abertas para os cursos de Detetive Particular e Agente de Investigação Privada. CURSOS DE CAPACITAÇÃO PROFISSIONAL A DISTÂNCIA. Venha fazer parte de uma das profissões que mais cresce no pais atualmente, com uma instituição seria e renomada em todo Brasil. Matricule-se já, para mais informações acesse o nosso site. www.ifirnbrasil.com Ou também através dos Telefones. 84 988201876 - 84 998946169. Falar com Jackson Delinge.

PROPAGANDA

PROPAGANDA
ANUNCIE COM A GENTE AQUI O RETORNO E GARANTIDO. 85.984198060 ZAP