quinta-feira, 5 de abril de 2018

Quadrilha usa bebê para enganar dono de “Táxi Amigo” e roubar o carro durante a corrida



Parece coisa de filme, mas é realidade. Um grupo de assaltantes se passou de “família” para roubar um carro nesta terça-feira (3). Além dos dois homens, uma adolescente menor e um bebê participavam da ação para afastar qualquer desconfiança.
Os bandidos contrataram a corrida de Mossoró (RN), onde foram passar o feriado da Semana Santa, para Fortaleza e, ainda em Caucaia, anunciaram o assalto. A Polícia Rodoviária Federal recebeu a denúncia e conseguiu efetuar a prisão na BR-222.
A PRF fazia patrulhamento no km 35 da BR-222 quando recebeu a denúncia de que um Cobalt branco havia sido tomado de assalto no km 15. No caminho para o local da ocorrência, cruzaram com o veículo que havia sido tomado, que logo aumentou a velocidade. Assim, caiu em um buraco e capotou. Dentro do carro, dois homens, uma adolescente e um bebê de um ano e três meses.
“Eles usavam essa moça com a criança para facilitar o roubo. Porque, segundo o condutor, só fez o frete porque achou que era uma família. Vendo a mãe, com uma filha pequena, jamais imaginou que seriam assaltantes”, relatou o policial rodoviário Franco, 
O grupo vinha de Mossoró, onde havia passado o feriado da Semana Santa. Sem dinheiro para voltar, contrataram a corrida de volta e, com o apoio de outro carro, um Fiat Siena prata, anunciaram o assalto.
Segundo a PRF, Asclepyus Dairy Sousa, de 26 anos, e Mateus Henrique dos Santos, de 22, são taxistas na cidade potiguar e não têm antecedentes criminais. Um deles se declarou integrante da facção criminosa GDE. A adolescente foi encaminhada para a Delegacia de Combate à Exploração da Criança e do Adolescente (DCECA).
“Vieram quatro no Cobalt e três no Siena. Inclusive, no grupo do Siena também havia uma mulher que estava se passando por grávida, também pra parecer uma família. Durante a viagem já sabiam que não tinham dinheiro pra pagar e, quando estavam perto da casa deles, em Caucaia, botaram a arma na cabeça do dono e anunciaram o assalto, depois fugiram”, relatou o policial.
Ainda de acordo com o agente, os dois homens serão enquadrados em roubo qualificado, uso de armas, associação criminosa com agravante por usar menores e também no artigo 309, do Código de Trânsito Brasileiro, pois um dos motoristas não tinha habilitação e dirigia perigosamente. O caso está sob responsabilidade da Delegacia Metropolitana de Caucaia.

Local: Brazil
←  Anterior Proxima → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário