A Marinha do Brasil já emitiu a confirmação de um ciclone que deve atingir a costa do Espírito Santo nesta segunda-feira (25). O fenômeno natural formou-se no último sábado (23) nas proximidades da cidade baiana de Porto Seguro.
De acordo com informações da Marinha do Brasil, ventos de até 88 km/h são esperados em alto-mar, enquanto na costa brasileira os ventos podem atingir 61 km/h.
De acordo com relatórios da própria Marinha, é previsto que o deslocamento do ciclone se direcione para a direção Sul e os efeitos do fenômeno poderão ser sentidos por habitantes do litoral Sul dos estados brasileiros Bahia e Espírito Santo.
Ainda de acordo com o relatório, a previsão é de ondas de 3 a 4 metros de altura em mar aberto. Existe também a possibilidade de que ressacas atinjam a costa brasileira entre Linhares, região norte do Espírito Santo, e Porto Seguro, na Bahia, com ondas de até 3 metros de altura, podendo se estender até o sul da cidade de Vitória.
Segundo a Marinha, o fenômeno poderá ter sua classificação modificada para “Tempestade Tropical Iba”, que em tupi-guarani significa “ruim”, caso os ventos venham a superar os 61 km/h. Até o momento a intensidade dos ventos observados não ultrapassou a marca de 46 km/h.
A meteorologista Josélia Peroguim, do Instituto Climatempo esclarece que embora grande parte da instabilidade oriunda do  ciclone fique em alto-mar, a circulação dos ventos irá forçar a concentração de umidade e calor sobre a região norte e leste de Minas Gerais, Bahia e Espírito Santo, por isso, nuvens trazem o risco de raios e chuva forte nestas regiões e continuarão no céu pelos próximos dias.

Postar um comentário

 
Top