A tragédia familiar foi registrada na noite deste domingo 10/03, na Região Norte do Ceará. Um ex- pastor evangélico assassinou a esposa a facadas e tentou matar também duas crianças que estava no local, uma delas filho do casal. A Polícia prendeu o acusado depois que ele se trancou dentro de casa. Revoltados, os vizinhos tentaram fazer justiça com as próprias mãos.

O fato aconteceu na cidade de Itapipoca a 125Km de Fortaleza. Revoltados, os vizinhos ameaçaram linchar o homicida, que foi preso em flagrante pela PM e autuado por crime de feminicídio.
Era por volta de 22 horas de domingo quando os moradores da Rua Eubia Barroso, no Centro de Itapipoca,  foram alertados pelos gritos de socorro dentro da residência do ex-pastor evangélico  Antônio Maria.

Naquele momento ele esfaqueava a esposa, identificada como Lucilene Galdino Albuquerque, 41 anos, conhecida por “Lu”.  A vítima foi esfaqueada pelo assassino dentro do quarto do casal e arrastada pelo corredor até a sala.

Ainda com a faca na mão, Antônio ameaçava matar as duas crianças, um filho do casal e a outra, um sobrinho da mulher, quando os vizinhos tentaram invadir a casa e, ao mesmo tempo, acionaram a Polícia por telefone. 

Rapidamente, uma composição compareceu ao local. Os PMs tiveram que quebrar os cadeados dos portões invadiram a casa, evitando que as crianças também fossem mortas.
O ex-pastor, que também estava ferido, foi levado preso ao hospital da cidade.

A mulher assassinada era irmã do ex-prefeito do Município de Tururu (a 107Km de Fortaleza), José Galdino Albuquerque, e a família havia se mudado para Itapipoca após o então pastor receber a direção de uma igreja evangélica naquela cidade vizinha à Itapipoca.

O corpo de Lucilene foi encaminhado ao Núcleo da Perícia Forense do Estado (Pefoce) da cidade de Sobral, e aguarda ser liberado para sepultamento.

Postar um comentário

 
Top