Os fiéis da Paróquia de Nossa Senhora de Fátima, da cidade de Parnamirim, na Grande Natal, ficam chocados com uma atitude do padre Murilo Paiva. Um vídeo que circula na internet mostra o sacerdote abrindo uma garrafa de champanhe no altar para, logo em seguida, jogar a bebida na imagem da padroeira do município. 

As cenas circularam pelas redes sociais locais e causaram estranheza entre os católicos do Estado Potiguar. O vídeo tem sido compartilhado pelos internautas e a maioria dos comentários são negativos, sendo que alguns podem ser classificados como virulentos. O fato polêmico aconteceu nesta semana e a Paróquia de Nossa Senhora de Fátima comemorava aniversário.

O padre Murilo Paiva foi entrevistado nesta quinta-feira por um canal de TV local. Ele explicou que todos na igreja celebravam os 57 anos da Paróquia de Nossa Senhora de Fátima. Ao final da celebração da missa, a equipe “pensou em brindar, brindar a alegria”, disse o sacerdote, acrescentando que estava combinado para acontecer fora da igreja, mas no momento acontecia uma forte chuva. 

“Na verdade, a gente não aspergiu a imagem. Na hora que a champanhe explodiu, claro, bateu na santa. O objetivo era brindar com os fiéis a alegria da festa. Nós temos um carinho muito especial com aquela imagem e não seria agora que a gente ia ter um ato de desrespeito, de agravo a Nossa Senhora. De forma nenhuma”, explicou o padre.

De acordo com a reportagem do canal de TV, padre Murilo foi convocado pela Diocese de Natal para esclarecer os fatos. 

 



Postar um comentário

 
Top