Uma mulher tinha uma luva de motocicleta preso dentro dela por dois anos depois que o marido a empurrou na vagina. A mãe de 30 anos, foi internada no Hospital Maharaja Yeshwantrao, em Indore, há dois dias, com dores de estômago "excruciantes".


Os médicos fizeram um raio X antes de identificar um objeto grande. Uma tomografia computadorizada confirmou que uma alavanca de motocicleta estava em seu útero, intestino delgado e bexiga.


Uma equipe de 19 médicos realizou uma cirurgia na mãe de seis e foram obrigados a remover o útero. A Dra. Sonia Moses, professora associada do hospital, disse:

 "Ela nos disse que a maçaneta havia sido inserida dentro de sua vagina por seu marido quando ele estava intoxicado com álcool. Ele a avisou para não contar a ninguém ou ele a machucaria. 

O objeto esteve dentro dela por quase dois anos e ficou gravemente infectado com seus órgãos perfurados e erodidos. E ela ficou com uma dor excruciante.


"O útero dela estava completamente erodido, e é por isso que tivemos que removê-lo, mas conseguimos consertar a bexiga usando um stent através de seu tubo urinário.


"Ela não poderá ter mais filhos". A mãe está se recuperando no hospital e denunciou o marido à polícia. 

Ele está agora sob custódia. Segundo relatos, ele inseriu a alça de seis polegadas de comprimento no corpo de sua esposa após uma discussão sobre ele ter um caso.

Postar um comentário

 
Top