Ao menos, cinco pessoas foram mortas nas últimas 24 horas no Ceará. Em Fortaleza, foram registrados dois assassinatos, nos bairros Benfica e Edson Queiroz, enquanto no Interior e na Região Metropolitana da Capital ocorreram mais três casos, nos Municípios de Jijoca de Jericoacoara, São Gonçalo do Amarante e Maracanaú.



Na tarde de ontem, um homem identificado por Weldson Costa, 35 anos de idade, foi morto, a tiros, na porta de casa, localizada na Travessa Aracati, no bairro, Benfica, na zona Central da Capital. 



Segundo testemunhas, o crime foi praticado por dois homens que estavam em uma motocicleta. Há suspeitas de um crime ligado ao tráfico de drogas ou vingança. 



No bairro Edson Queiroz, na zona Leste da Capital, outro homem também foi assassinado nesta terça-feira (4).


Segundo apurou a Polícia, Marcílio Costa e Silva, 35 anos, seguia a pé em direção a sua residência quando foi surpreendido pelos criminosos e morto com vários tiros.



Dois jovens deram entrada no Hospital da cidade de Jijoca de Jericoacoara, no Litoral Norte do estado (a 287Km de Fortaleza), na noite desta terça-feira (4). 



Ambos estavam em estado grave em decorrência de vários tiros que lhes atingiram. Um deles, acabou falecendo na Emergência, sendo identificado como “Raimundo de Alaíde”.



O segundo, conhecido por “Bebezão”, residente na comunidade Córrego da Forquilha, foi transferido para Sobral. 



Mais crimes 

No começo da manhã de hoje (5), um homem foi morto, a tiros, em frente ao Instituto Federal do Ceará (Ifce), no Município de Maracanaú, na Região Metropolitana de Fortaleza. 


O crime ocorreu por volta de 7 horas. A vítima foi identificada como Leandro Tavares da Silva, 28 anos, funcionário de uma empresa localizada próxima onde ocorreu o crime. A vítima recebeu tiros na cabeça e nas costas.


Também no começo da manhã desta quarta-feira (5), o corpo de uma mulher foi encontrado na Praia da Pesqueira, na comunidade da Taíba, em São Gonçalo do Amarante (a 74Km de Fortaleza). 



O cadáver foi achado por pescadores e apresentava sinais de espancamento no troco e membros, além de perfurações na cabeça. 


A vítima não foi identificada e o corpo recolhido para a sede da Perícia Forense do Ceará (Pefoce), em Fortaleza. Com a informação de Fernando Ribeiro.

Postar um comentário

 
Top